As válvulas borboleta podem ser empregadas em diferentes situações, como controle de fluidos ou isolamento total da passagem de fluxos. Este tipo de válvula pertence ao grupo das rotativas, pois, seu elemento móvel de vedação tem movimento de abertura e fechamento girando em seu próprio eixo.

Geralmente possuem um custo menor do que outros modelos de válvulas e contam com um funcionamento semelhante ao da válvula esfera.

É praticamente o único modelo que pode ser escolhido para pressões baixas e vazões extremamente elevadas.

São amplamente utilizadas na indústria de processo químico. Seu peso baixo e menor custo com manutenção e instalação contribuem para sua popularidade, além de possuir um bom desempenho em equipamentos de combate a incêndios por terem um dispositivo de desligamento rápido e eficaz.

Vantagens

Baixo custo com manutenção e instalação;

Isolamento total da passagem de fluxos;

Bom desempenho em equipamentos de combate a incêndios;

Alta recuperação de pressão;

Podem operar tanto como válvulas de controle quanto de bloqueio;

Bidirecional, permitindo o escoamento do fluxo em qualquer direção;

Praticamente o único modelo que pode ser escolhido para pressões baixas e vazões extremamente elevadas.

 

Desvantagens

Perda de carga maior do que na válvula esfera;

Estão sujeitas a cavitação (quando fluido líquido), previsto e analisado durante os cálculos de dimensionamento da válvula.

Comentário pelo Facebook